Ladrão de igreja é condenado a assistir à missa por um ano

Um jovem da cidade de Ercilla, sul do Chile, foi condenado por um juiz a assistir à missa durante um ano, após roubar alguns botijões de gás vazios de um templo católico, de acordo com fontes judiciais.Claudio Araneda, de 18 anos, ainda terá que pintar a paróquia, segundo a sentença ditada na última quarta-feira. O pároco de Ercilla, Edgardo Solar, que conhece o rapaz, intercedeu por ele para que o juiz, em vez de mandá-lo para a prisão, o fizesse pagar por seu crime assistindo à missa por um ano e pintando a igreja de branco."É uma forma de lhe dizer que não se esqueça de Jesus. A Igreja existe para ajudar as pessoas a superar seus pecados", argumentou Solar.Segundo o relatório policial, Araneda e dois amigos roubaram quatro botijões vazios de gás da paróquia em 13 de abril e os venderam depois, por 40 mil pesos (US$ 75 dólares). Mas, apenas Araneda foi condenado, já que seus dois cúmplices são menores de idade e o juiz lhes concedeu a liberdade.A pena, no entanto, gerou críticas entre alguns teólogos que consideram que a fé não pode ser usada para condenar delitos. Mas, como o rapaz concordou com o castigo, o promotor do processo, Ricardo Traipe, afirmou que a condenação será cumprida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.