Ladrões roubam helicóptero avançado de Israel

Ladrões invadiram uma fábrica no norte de Israel durante o fim de semana e roubaram o protótipo de um avançado helicóptero não-tripulado, informaram seus fabricantes nesta segunda-feira. Amir Rochman, gerente de marketing da Steadicopter Ltd., disse que os ladrões forçaram a entrada na fábrica nas primeiras horas do sábado e fugiram com uma aeronave de 1,5 metro e 14kg antes que uma patrulha pudesse chegar ao local. Rochman disse à The Associated Press que, apesar da possibilidade de se construir rapidamente um novo protótipo, ele estava preocupado com o possível repasse de sua avançada tecnologia a alguma companhia rival. A polícia está investigando o caso, afirmou. "Nosso produto não precisa ser guiado manualmente por controle-remoto", revelou. "Uma vez que um mapa de coordenação seja previamente programado, ele voa sozinho. Até onde sabemos, somos os primeiros a desenvolver tão elevado grau de autonomia." Israel é há muito tempo líder mundial no desenvolvimento de aeronaves não-tripuladas de reconhecimento. O modelo Pioneer, produzido no Estado judeu, está atualmente a serviço do Exército dos Estados Unidos no Iraque. O projeto da Steadicraft é comercial, apesar de o Ministério da Defesa ter cooperado com o desenvolvimento do helicóptero, afirmou Rochman. Ao contrário de muitos equipamentos com asas disponíveis no mercado, desenvolvidos para longas distâncias e tempo de vôo elevado, o helicóptero da Steadicraft tem capacidades exclusivas garantiu Rochman. "Além de poder decolar na vertical, ele pode ficar parado no ar. É ideal para trabalhos de precisão, não precisa de pista de pouso e decolagem, pode ser transportado numa caminhonete e acionado apertando apenas um botão", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.