Ladrões usam bombas falsas e paralisam 2a maior cidade da Suécia

Uma grande parte da segunda maiorcidade da Suécia viu-se tomada pelo caos na terça-feira, quandoladrões armados que invadiram o principal posto do correiolocal atearam fogo a carros, jogaram espinhos de metal nas ruase plantaram bombas falsas para encobrir sua fuga. A polícia afirmou, em um comunicado, que nenhum dosfuncionários do posto do correio ficou ferido, mas, poucodepois de os ladrões terem fugido do local do crime, cincosupostas bombas foram encontradas em Gotemburgo, três delas dolado de fora da maior delegacia da cidade. Descobriu-se mais tarde que todos os artefatos eram falsos. Os ladrões também atearam fogo em vários carros eesparramaram espinhos de metal nas ruas a fim de furar o pneudos carros que os perseguissem. "Nunca tínhamos visto algo tão espetacular, algo em que setentou evitar a ação da polícia e se tentou criar uma situaçãocaótica", afirmou o comissário de polícia da cidade, KristerJacobsson, segundo a agência sueca de notícias TT. A polícia isolou algumas áreas de Gotemburgo e mandou queprédios situados perto das supostas bombas fossem esvaziados,provocando congestionamentos no tráfego matinal. O roubo aconteceu no momento em que o ativista do meioambiente e vencedor do Nobel da Paz Al Gore preparava-se paravisitar a cidade a fim de receber um prêmio por seu trabalho. Oorganizador da premiação afirmou não ter ocorrido nenhumamudança de planos devido ao roubo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.