Lagarde: não há guerra cambial no G-20

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, disse hoje que o G-20 discutiu preocupações com câmbio em vários países. "Mas não há guerra cambial no G-20", salientou, garantindo ainda que não vê nos países bolhas de fluxo de capitais no momento atual.

AE, Agência Estado

16 de fevereiro de 2013 | 12h37

Lagarde disse ainda que a consolidação fiscal nos Estados Unidos e Japão, dois países que têm mantido políticas monetárias de super relaxamento, devem ocorrer em paralelo com os estímulos dados à economia. Neste último dia de encontro do grupo das 20 maiores economias desenvolvidas e emergentes, Lagarde afirmou que não existe mais questões sobre a viabilidade do euro.

Sobre a reforma de cotas do FMI, Lagarde disse esperar que o processo seja concluído ainda este ano. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaG20Lagarde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.