Lançamento isola ainda mais a Coreia do Norte, diz Obama

O pronunciamento de Obama foi feito em Praga, na República Tcheca, neste domingo

AE-AP,

05 de abril de 2009 | 05h23

O presidente Barack Obama disse que o lançamento do míssil norte-coreano isola ainda mais a nação comunista. Obama exortou o país a recuar de suas ações provocativas e acatar as resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

 

O pronunciamento de Obama foi feito em Praga, na República Tcheca, onde o presidente, ainda neste domingo, deverá fazer um discurso pedindo a não-proliferação das armas nucleares.

 

O Conselho de Segurança fará neste domingo reunião de emergência para discutir o lançamento norte-coreano e tentar encontrar possíveis soluções diplomáticas para convencer Pyongyang a recuar. Os governos ocidentais temem que o país comunista venda sua tecnologia bélica para outras nações consideradas perigosas, como o Irã.

Tudo o que sabemos sobre:
FOGUETEJAPÃOCOREIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.