Laser experimental destrói obuses no ar

Um canhão de raios laser destruiu dois obuses de artilharia em pleno ar nesta quinta-feira, no campo de teste de mísseis White Sands, no Novo México, num dos primeiros testes de um sistema experimental de defesa, informa o Exército americano. Nos testes, o sistema, chamado Laser Móvel Tático de Alta Energia, rastreou cada um dos obuses, de 60 centímetros cada, e os destruiu, aquecendo-os até que explodissem. A arma foi desenvolvida em conjunto pelos EUA e Israel.Os militares esperam que o laser ofereça defesa contra foguetes e artilharia de curto alcance. Ele foi projetado para agir contra os foguetes Katyusha, disparados do Líbano contra Israel pelo grupo guerrilheiro Hezbollah.O laser já havia destruído vários Katyusha (de três metros de comprimento) em testes anteriores. O canhão laser de testes está montado no topo de um edifício, no campo de testes. Os militares esperam desenvolver uma versão menor, que possa ser montada em veículos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.