Reuters
Reuters

Latam suspende voos de Santiago, São Paulo e Lima à Venezuela por tempo indeterminado

Companhia aérea justificou a decisão ‘em razão do complexo cenário macroeconômico atual que atravessa a região’

O Estado de S. Paulo

30 Maio 2016 | 14h45

SANTIAGO - A companhia aérea chilena e brasileira Latam Airlines, a maior da América Latina, anunciou a suspensão de todos os seus voos de Santiago, São Paulo e Lima com destino à Venezuela por tempo indeterminado, segundo um comunicado que a companhia aérea enviou nesta segunda-feira, 30, à agência de notícias France Presse.

A companhia alegou razões econômicas para a suspensão e destacou que considera a Venezuela "um mercado relevante, e portanto, trabalhará para retomar essas operações em breve e assim que as condições globais permitirem".

A Latam decidiu suspender os voos a Caracas "em razão do complexo cenário macroeconômico atual que atravessa a região", em meio à crise econômica na Venezuela, país com um rígido controle cambial e afetado pela queda dos preços do petróleo.

Essa situação, além das dificuldades para repatriar suas receitas locais, também levou à companhia alemã Lufthansa a anunciar no domingo a suspensão de seus voos para Caracas a partir de 17 de junho.

A suspensão dos voos com destino a Caracas será feita de maneira gradual e os últimos, por enquanto, serão realizados no dia 1 de agosto, afirmou a Latam em comunicado.

"Os passageiros que têm reservas nas rotas que serão suspensas poderão modificar a viagem ou solicitar a devolução da passagem sem multas adicionais", acrescentou a companhia aérea.

O cancelamento de voos da Latam começou no sábado no trecho entre São Paulo e Caracas. No final de julho também serão cancelados os voos Lima-Caracas e Santiago-Caracas. /EFE e AFP

Mais conteúdo sobre:
Venezuela crise Latam

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.