Lavadeiras que trabalham para os EUA são mortas no Iraque

Homens armados emboscaram um veículo que transportava mulheres iraquianas que trabalhavam na lavanderia de uma base americana e mataram quatro delas. O ataque ocorreu em Faluja, enquanto as nove lavadeiras eram levadas para o trabalho, disse Khajiq Serkis, o motorista, que foi atingido na perna.Ele disse que seu veículo era parte de um comboio de três, perseguido por um carro com quatro homens, armados e mascarados com lenços. Serkis disse que seu ônibus ficou para trás e foi atingido nos pneus. Quatro das mulheres foram mortas e as outras cinco ficaram feridas.Todas as vítimas, cristãs das Igrejas Armênia ou Assíria, trabalhavam numa base militar americana.Nesta quinta-feira, uma barragem de morteiros atingiu uma base militar americana no Iraque e matou dois soldados. um terceiro ficou ferido, em estado grave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.