Lavrov e Wang Yi vão a Viena para discutir sobre Irã

O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, vai chegar a Viena na noite deste domingo para participar das negociações sobre o programa nuclear do Irã, enquanto o da China, Wang Yi, deverá estar na capital austríaca na manhã de segunda-feira, segundo diplomatas ocidentais e agências de notícias.

Estadão Conteúdo

23 de novembro de 2014 | 12h25

Teerã e seis potências mundiais - Alemanha, China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia - têm prazo até a noite de amanhã para chegarem a um acordo que limite o programa nuclear iraniano em troca da suspensão de sanções impostas ao Irã pelo Ocidente.

Nos últimos dias, porém, autoridades dos EUA, da Europa e do Irã têm afirmado que poderão ser obrigados a prolongar o diálogo além do prazo estabelecido.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, se reuniu hoje pelo terceiro dia consecutivo com seu equivalente iraniano, Javad Zarif, de acordo com autoridades dos EUA. Catherine Ashton, a principal diplomata da União Europeia em Viena, também participou do encontro. Mais tarde, Kerry deverá se reunir com o ministro de Relações Exteriores saudita, Saud al-Faisal, antes de participar de um jantar com Catherine e chanceleres da França, Alemanha e Reino Unido.

Aliados dos EUA no Oriente Médio estão acompanhando de perto as discussões em Viena. Israel e Arábia Saudita, em particular, expressaram temores de que o Irã mantenha tecnologias para a produção de armas nucleares, como parte de um eventual acordo com as potências mundiais. Teerã alega que seu programa tem apenas fins pacíficos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
IRÃNUCLEARLAVROVWANG YI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.