Legislativo culpa Rosales por corrupção

A Assembléia Nacional (Parlamento) da Venezuela considerou ontem o prefeito recém-eleito de Maracaibo, Manuel Rosales, responsável por irregularidades cometidas na contratação de uma empresa que administra a loteria do Estado de Zulia, governado por ele desde 2000. O processo deve ser enviado para o Judiciário, que decidirá se Rosales será ou não punido. Principal nome de oposição ao presidente Hugo Chávez, Rosales é acusado de omissão e tráfico de influência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.