Lei de imigração dos EUA não será 'anistia', diz senador

O senador republicano da Flórida Marco Rubio disse que a proposta de lei de imigração, prevista para ser divulgada esta semana, não deve oferecer anistia para aqueles que entraram ilegalmente nos Estados Unidos.

Agência Estado

14 de abril de 2013 | 16h48

Rubio apareceu em cinco programas noticiosos neste domingo dizendo que "haverá consequências para os que violaram as leis".

A proposta de Rubio vai exigir que as pessoas passem por "uma verificação rigorosa de seus antecedentes" e paguem uma taxa para solicitar uma permissão para "trabalhar, viajar e pagar impostos". Depois de dez anos, esses imigrantes poderão pedir visto de residência permanente e caminhar, assim, para uma possível cidadania.

De acordo com a proposta, os que se inscreverem não poderão receber imediatamente benefícios federais, tais como os relacionados à saúde. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAimigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.