Lei sueca é mais rigorosa

A Suécia tem leis duras contra crimes sexuais e o que se discute no caso Julian Assange não é se houve sexo consensual - ambas as acusadoras dizem que o ato não foi feito sob ameaça. A questão é se Assange se aproveitou do "estado de vulnerabilidade" de uma das mulheres e se ele as ludibriou sobre o uso de preservativo. Caso fique provada pelo menos uma das duas acusações, ele será condenado por "estupro menor". Alguns desses crimes, porém, não possuem equivalentes em outros países.

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2012 | 03h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.