Leis proíbem arma química

Sob qualquer circunstância, o uso de armas químicas no campo de batalha é vetado pelo direito internacional - trata-se, portanto, de um crime de guerra. A Síria não assinou as últimas convenções sobre armamento químico e biológico, de 1972 e 1993, mas especialistas afirmam que Damasco está submetida ao Protocolo de Genebra, criado após a 1.ª Guerra, o qual também proíbe o uso na guerra de substâncias que levem a asfixia, envenenamento e infecções bacteriológicas.

O Estado de S.Paulo

05 Junho 2013 | 02h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.