Leis serão honradas, diz Suprema Corte da Venezuela

Em entrevista à televisão estatal na noite desta terça-feira, a presidente da Suprema Corte da Venezuela, Luisa Estella Morales, pediu ao povo venezuelano para "ter fé em suas instituições", mas não especificou como seria a transição de poder após a morte do presidente Hugo Chávez.

Agência Estado

05 de março de 2013 | 23h43

Morales disse ainda que a Constituição do país e as operações do governo continuariam a ser realizadas com "integridade". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaChávezSuprema Corte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.