Ariana Cubillos / AP
Ariana Cubillos / AP

Leopoldo López está na embaixada da Espanha em Caracas, mas não solicitou asilo

Segundo fontes do Ministério das Relações Exteriores espanhol, opositor está com mulher e filha na residência do embaixador da Espanha na capital venezuelana

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de maio de 2019 | 10h41

MADRI - O opositor venezuelano Leopoldo López, sua mulher, Lilian Tintori, e sua filha de 15 meses estão na embaixada da Espanha em Caracas, informou nesta quarta-feira, 1.º, o Ministério das Relações Exteriores espanhol. Contudo, eles "não solicitaram asilo político", segundo fontes do governo de Madri.

"Diante das informações contraditórias, confirmamos de novo em nome do governo que o opositor Leopoldo López, junto com sua mulher e sua filha, se encontram na residência do embaixador da Espanha em Caracas", afirmaram as fontes, acrescentando que a família está ali "por decisão própria" e "não solicitou asilo político".

López, que cumpria pena de quase 14 anos em prisão domiciliar, foi libertado na terça-feira por militares com um "indulto presidencial" de Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino por mais de 50 países, incluindo o Brasil.

Guaidó pediu às Forças Armadas que virassem as costas ao presidente Nicolás Maduro, mas não foi apoiado pelos militares, com a exceção de um pequeno grupo. Horas depois, López e sua família foram à residência do embaixador chileno em Caracas, embora mais tarde deixaram o local em uma "decisão pessoal" do líder opositor, explicou o ministro das Relações Exteriores do Chile, Roberto Ampuero.

No Twitter, o chanceler também ressaltou que López e Lilian têm "ascendência espanhola" e que a família estava se mudando para a embaixada da Espanha. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.