Letônia está exposta à ampliação de sanções à Rússia

O ministro da Economia da Letônia, Vjceslavs Dombrovskis, afirmou hoje que o pequeno país báltico está entre as nações mais vulneráveis da Europa caso haja uma ampliação das sanções econômicas à Rússia e que o governo local está se preparando para os desdobramentos da crise no Leste Europeu.

AE, Agência Estado

18 de março de 2014 | 13h34

"Seria difícil encontrar um país com maior exposição relativa à Rússia do que a Letônia", disse Dombrovskis. O ministro acrescentou que a maior parte dos setores de transportes, serviços, turismo e comércio de mercadorias de seu país depende de empresas e consumidores russos.

"Nós estamos nos preparando para uma possível reação da Rússia a essas novas sanções", disse Dombrovskis, indicando que Moscou ainda detém uma grande influência sobre a economia quando se trata das ex-repúblicas soviéticas.

Dombrovskis adotou um tom mais cauteloso do que outros líderes da região do Báltico. Nesta terça-feira, o ministro das Relações Exteriores da Estônia, Urmas Paet, disse que é "completamente inútil" tentar estimar o impacto que possíveis sanções econômicas mais amplas teriam para esses países. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.