Libanês condenado à morte por colaborar com Israel

Um tribunal militar condenou à morte o comandante do extinto Exército Sul Libanês, por colaborar com Israel durante a ocupação do sul do Líbano. A sentença foi proferida à revelia. O veredito contra o general Antoine Lahd é a segunda condenação à morte a ser decretada contra este homem de 75 anos. Acredita-se que ele more na França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.