Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Líbano abre Embaixada na Síria pela 1ª vez na história

O Líbano abriu hoje sua primeira Embaixada na Síria na história, em um sinal da melhoria da relação entre os vizinhos. As Embaixadas em Beirute e em Damasco marcam o estabelecimento de relações diplomáticas plenas entre os dois países desde a independência deles da França, na década de 1940. A Síria abriu sua Embaixada em Beirute em dezembro. As relações entre os vizinhos, marcada por conflitos, tiveram uma grande mudança em agosto, quando decidiram estabelecer laços e demarcar a fronteira. O acordo marcou uma mudança no quadro de domínio sírio sobre o vizinho menor.

AE-AP, Agencia Estado

16 de março de 2009 | 12h06

O estabelecimento de laços diplomáticos com a Síria é uma exigência antiga de facções contrárias a Damasco e também dos Estados Unidos e de outros países ocidentais. A Embaixada libanesa foi aberta com pouca festa. O encarregado de negócios libanês, Rami Mourtadaha, observou o hasteamento da bandeira de seu país, perto de local onde fica a embaixada dos EUA. Não foram vistos funcionários sírios na cerimônia.

As relações bilaterais são dominadas pela Síria desde os anos 1970, quando o país enviou seu Exército ao Líbano, que passava por uma guerra civil. A Síria manteve controle do Líbano por quase 30 anos. Isso começou a mudar após a morte do ex-primeiro-ministro libanês Rafik Hariri, em 2005. Muitos libaneses atribuem à Síria o ataque a Hariri, com um carro-bomba - Damasco nega vínculo com a morte. Após o assassinato, a Síria retirou suas tropas do Líbano, em abril de 2005.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaLíbanodiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.