Liberado um dos reféns de sequestro em banco francês

A polícia francesa informou que o homem que mantinha quatro reféns em um banco na cidade de Toulouse, sudeste da França, liberou uma mulher. O promotor Michel Valet disse que o homem armado alega estar agindo por "convicções religiosas", e não por dinheiro.

AE, Agência Estado

20 de junho de 2012 | 11h55

A imprensa francesa diz que o homem afirma ser ligado à Al-Qaeda, o que não foi confirmado oficialmente. Policiais de outras regiões chegaram ao local para acompanhar as negociações.

A polícia afirma que um tiro foi disparado logo no começo da ação, em uma agência do banco CIC. A cidade de Toulouse vive dias tensos desde que um radical islâmico matou a tiros três crianças judias, um rabino e três soldados, em março. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
françarefénsToulousebanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.