Libéria realiza eleições ao Senado em meio ao temor de ebola

A Libéria realiza hoje eleições para o Senado, apesar das críticas que enfatizam a possibilidade de disseminação do ebola. A votação já foi adiada duas vezes devido aos temores que envolvem a doença.

Estadão Conteúdo

20 de dezembro de 2014 | 15h33

Um total de 1,9 milhão de eleitores está registrado para participar das eleições para 15 cadeiras, que contam com 139 candidatos. Aparentemente, o ebola está mais contido, mas críticos questionam se a votação pode ser feita com segurança e credibilidade.

Foram distribuídos 4.700 termômetros e 10.000 garrafas de desinfetante para preparar os locais de votação. Segundo o Ministério da Saúde da Libéria, pessoas que apresentarem febre alta poderão ser removidas e colocadas em isolamento. Fonte: Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
LIbériaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.