Libéria: Sete morreram por conta do Ebola

Sete pessoas morreram provavelmente por terem contraído o vírus Ebola nos últimos dias, no primeiro relato de mortes na capital da Libéria desde o início do surto da doença no Oeste de África, informou o Ministério da Saúde nesta terça-feira.

AE, Agência Estado

17 de junho de 2014 | 16h00

O vice-ministro da Saúde da Libéria, Tolbert Nyenswah, disse à Associated Press que chega a 16 o número de pessoas que acredita-se terem morrido por terem contraído Ebola no país. Quatro destas mortes já foram confirmadas por testes, afirmou ele.

Duas dessas mortes, relatadas em 8 de junho, são preocupantes porque não haviam sido confirmados novos casos na Libéria nos últimos dois meses. Nyenswah disse que a nova onda casos possivelmente começou em 30 de maio. O vírus, que causa sangramentos e febre alta, continua a devastar a vizinha Guiné ao mesmo tempo em que se espalha para Serra Leoa.

"A primeira parte da epidemia foi contida", disse Nyenswah. "Mas, por conta da proximidade com a Guiné e Serra Leoa, nós não podemos declarar que o surto acabou."

O surto de Ebola apareceu primeiramente na Guiné, onde a vasta maioria dos casos e das mortes foram relatadas. A ministra da Saúde de Serra Leoa, Amara Jambai, disse nesta terça-feira que o número de mortos por conta do vírus no seu país subiu para 20 nos últimos dias. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
LibériaEbolaOMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.