Libertado colombiano seqüestrado no Afeganistão

O trabalhador humanitário colombiano Diego Rojas Coronel, seqüestrado há três semanas no Afeganistão, foi libertado e está em bom estado, informou a ONG francesa Missão de Ajuda ao Desenvolvimento Rural do Afeganistão (Madera), para a qual ele trabalha.Segundo a ONG, junto com Diego Rojas foram libertados seu intérprete Abdul Kader e o motorista Belal, ambos de nacionalidade afegã.Mohammed Assan, chefe policial da província de Wardak, onde os reféns foram seqüestrados, disse que a organização não-governamental pode ter pago um resgate de US$ 120 mil por seus três funcionários.O colombiano foi entregue à Embaixada francesa, segundo o porta-voz do Ministério de Interior afegão, Yousuf Stanizai, que não confirmou o pagamento do resgate.Os três foram libertados "sem condições prévias", afirmou a ONG, sem dar detalhes. Rojas, Kader e Belal foram seqüestrados no dia 10 por homens armados que fecharam o veículo no qual viajavam e os obrigaram a entrar em uma caminhonete.Os esforços para a libertação foram conduzidos pelas autoridades afegãs, com apoio das representações diplomáticas da Colômbia e da França.

Agencia Estado,

29 de setembro de 2006 | 15h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.