Líbia assume responsabilidade por atentado perante a ONU

O governo da Líbia entregou ao Conselho de Segurança das Nações Unidas carta em que aceita responsabilidade pela explosão de um jato da PanAm sobre Lockerbie, Escócia, em 1988, e renunciando ao terrorismo. Os Estados Unidos e o Reino Unido também entregaram cartas ao Conselho declarando que a Líbia cumpriu as exigências feitas para a suspensão das sanções impostas pela ONU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.