Líbia chega a acordo com vítimas de atentado a vôo francês

Parentes de vítimas de um atentado a bomba contra um avião francês, cometido em 1989, chegaram a um acordo de indenização com o governo líbio, informam um negociador e um advogado. Depois de anos de conversações, o acordo de reparação para as vítimas do atentado ao vôo da UTA sobre o deserto de Níger, que matou 170 pessoas, será assinado nesta sexta-feira.?Chegamos a um acordo, mas ainda não foi assinado?, disse Guillaume Denoix de Saint Marc, principal representante das famílias. Depois de se reunir com o chanceler líbio, Abdel-Rahman Shalqam, o presidente do Senado francês, Christian Poncelet, disse que a questão das compensações estava ?resolvida?.Os detalhes deverão ser divulgados na sexta-feira, em entrevista coletiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.