Líbia diz que ataque de Otan matou 5 civis em Tripoli

A direção da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), informou hoje que vai investigar as acusações da Líbia de que uma de suas bombas teria provocado a morte de cinco civis em Al-Arada, distrito de Trípoli.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2011 | 11h07

Em Trípoli, o porta-voz do governo, Mussa Ibrahim, acusou a Organização de estar "atingindo civis deliberadamente" e afirmou que os civis foram mortos, nas primeiras horas deste domingo, durante ataques aéreos ocorridos nas proximidades da capital.

Jornalistas foram levados ao local do ataque e ao hospital onde estavam os corpos de uma mulher e duas crianças, que as autoridades disseram fazer parte da mesma família. Os corpos dos civis foram encontrados entre os escombros de uma residência que teria sido atingida pelos ataques.

Há cerca de duas semanas, oficiais da Líbia foram acusados por funcionários de um hospital de atribuir o ferimento de uma criança em um acidente de carro a um ataque da Otan. As informações são da AP.

Tudo o que sabemos sobre:
OtanLíbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.