Líbia: General desertor pede que conselho assuma poder

O general desertor líbio Khalifa Hifter pediu, nesta quarta-feira, para que um conselho presidencial tenha assuma o comando do país durante o período de transição até a realização de novas eleições parlamentares.

Agência Estado

21 Maio 2014 | 20h01

Hifter acusou, em um comunicado transmitido pela TV, o atual Parlamento de transformar a Líbia em um país "patrocinador do terrorismo" e um "esconderijo para terroristas", que se infiltraram nas articulações do Estado, desperdiçado seus recursos e controlando a tomadas de decisões.

O general, que conquistou apoio de unidades militares enfraquecidas do país, tribos e até mesmo de funcionários do governo, empreendeu uma ofensiva contra milícias islâmicas e seus apoiadores no Parlamento, que descreveu a sua campanha como um golpe. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Líbia General Conselho

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.