Líbia planeja mudança em licenças de petróleo

A Líbia espera oferecer licenças de petróleo mais flexíveis e menos punitivas no ano que vem, com base em uma nova lei de hidrocarbonetos que está em fase de elaboração, disse o presidente da estatal de petróleo do país, National Oil Corporation (NOC), nesta quinta-feira.

AE, Agência Estado

29 Maio 2014 | 11h21

Empresas estrangeiras frequentemente reclamam que termos contratuais punitivos, além de questões de segurança, representam barreiras contra o investimento no setor de petróleo da Líbia.

O novo presidente da NOC, Mustafa Sanallah, disse em uma conferência de óleo e gás em Londres, que "uma vez que o projeto [de uma nova lei do petróleo] esteja pronto e tivermos um governo permanente, vamos fazer uma nova rodada de licitações". "Esperamos que no próximo ano a situação seja muito clara", disse ele.

Entretanto, a Líbia tem sofrido uma escalada de violência depois que o conflito entre as forças do governo e os rebeldes se intensificou. Militantes leais ao general renegado Khalifa Haftar estão questionando a legitimidade do atual governo. Homens armados leais a ele atacaram o edifício do Parlamento em Trípoli há duas semanas para exigir uma transferência de poder e bombardearam nesta quinta-feira redutos islâmicos no leste da Líbia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Líbia petróleo licenças noc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.