Líbia ratifica acordo contra armas nucleares

A Líbia ratificou o tratado que proíbe testes de armas atômicas, informa uma agência da ONU, menos de três semanas depois de a nação africana ter abandonado, publicamente, seus planos para criar armas de destruição em massa.O governo líbio também anunciou que adotará a Convenção sobre Armas Químicas, que obriga a interrupção do desenvolvimento desse tipo de arma e a destruição dos estoques existentes.O tratado contra testes nucleares ainda precisa ser ratificado por mais 12 países antes de entrar em vigor. Uma vez em força, o acordo proíbe explosões atômicas de teste em qualquer tipo de ambiente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.