Líbia vai indenizar vítimas de atentado a avião francês

O governo líbio fechou acordo para o pagamento de compensações a parentes das 170 vítimas do atentado contra um avião da companhia francesa UTA, em 1989, disse hoje o líder da Líbia, Muamar Kadafi, em discurso à nação. "Uma nova página está sendo aberta nas relações do país com o Ocidente", declarou Kadafi. O governo francês condenou seis líbios pelo atentado e a Líbia havia pago indenização de US$ 33 milhões. Mas, depois que Kadaficoncordou em pagar indenização de US$ 2,7 bilhões às vítimas doatentado de Lockerbie, de 1988, os franceses exigiram arenegociação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.