Líder argentina se diz contente pelos atentados contra os EUA

A presidente da Associação das Mães da Praça de Maio, Hebe de Bonafini, confirmou hoje que está "contente" pelos atentados ocorridos em Nova York e Washington, no dia 11 de setembro. "Não disse que justifico os atentados. Disse que fiquei contente de que, uma vez, a fortaleza do mundo, esta fortaleza imunda e cheia de comida; insaciável de ouro e de riquezas, tenha se desmoronado", disse a presidente da organização defensora de direitos humanos. Em declarações a uma rádio de Buenos Aires, Bonafini afirmou que "muita gente ficou contente, o que acontece é que alguns são hipócritas e não o dizem, e outros são capazes de dizê-lo". A dirigente afirmou que "agora se assustam por causa do vírus, o antraz, mas ninguém se lembra de quem espalhou o vírus da Aids nas prisões da África do Sul". "Estamos falando das 35 mil crianças que morrem de fome no mundo por causa dos planos desses assassinos do Fundo Monetário Internacional", declarou Hebe de Bonafini. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.