Líder Comunista é eleito primeiro-ministro do Nepal

Os parlamentares do Nepal elegeram o líder do Partido Comunista como primeiro-ministro do país neste sábado, em um sufrágio que deverá acabar com semanas de distúrbios políticos. Madhav Kumar Nepal, líder do Partido Comunista do Nepal (de orientação marxista-leninista) foi eleito praticamente sem oposição, anunciou o líder do Parlamento, Subash Nemwang.

AE-AP, Agencia Estado

23 de maio de 2009 | 12h19

Os parlamentares congratularam Nepal e seus partidários jogaram flores no novo premiê quando ele deixou o prédio. Nepal, de 56 anos, teve o apoio de 22 partidos políticos e de 350 parlamentares da casa, que tem 601 cadeiras. Ele obteve mais que a maioria simples necessária para conquistar o cargo.

O primeiro-ministro anterior, o ex-rebelde maoista Pushpa Kamal Dahal, renunciou em 4 de maio, logo após a disputa presidencial no país. Os parlamentares maoistas boicotaram a eleição deste sábado e saíram mais cedo do Parlamento. Tanto o partido de Kumar Nepal quando o de Kamal Dahal são comunistas, mas têm profundas divergências ideológicas.

Tudo o que sabemos sobre:
Nepaleleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.