Líder da Al-Qaeda critica eleição palestina antecipada

O número dois da rede terrorista Al-Qaeda, o egípcio Ayman al-Zawahri, criticou em um vídeo a idéia do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, de realizar eleições antecipadas nos territórios palestinos.Zawahri, numa fita de vídeo divulgada parcialmente pela rede de televisão Al-Jazira nesta quarta-feira, aconselhou os palestinos a se oporem à idéia, já que "as eleições não ajudarão à libertação da terra palestina". No sábado, Abbas convocou eleições antecipadas com a intenção de acabar com o conflito entre o Hamas e o Fatah, além de tentar solucionar as sanções impostas contra a administração do Hamas por países ocidentais.Questionando o argumento de Abbas, Zawahri afirmou que o conflito entre Fatah e Hamas só pode ser resolvido com a luta armada. "Qualquer outra guerra santa, só vai nos dirigir à perda e à derrota", afirmou.O líder da Al-Qaeda descreveu Abbas como um "homem americano na Palestina", e alertou que se os palestinos o aceitarem como presidente, a decisão será o fim da guerra santa.O vídeo é o 15º divulgado em 2006 no qual Zawahri faz algum tipo de declaração. Nesta quarta-feira, o líder da rede terrorista aparece como em outras imagens analisadas por agentes da CIA, agência de inteligência dos Estados Unidos. Com um turbante preto e um manto branco, Zawahri aponta com o dedo para a câmera de maneira enfática. Como em todas as outras vezes, o líder traz um rifle nas costas. No que parece ser uma referência a Abbas e ao Fatah, Zawahri afirma que "aqueles que tentam libertar terroristas islâmicos a partir de eleições baseadas em constituições seculares, ou em decisões que dêem a Palestina aos judeus, não vão libertar nem um grão de areia da região".Zawahri também criticou o Hamas, apesar de não ter citado o nome do partido, por não ter feito uma constituição antes de concordar com novas eleições. "Eles não são um movimento islâmico? Eles não fazem campanha pela voz de Deus ser suprema", questionou o líder.Para ele, o "movimento islâmico" Hamas deve posicionar-se a favor da formação de uma "Constituição islâmica antes de fazer novas eleições".A rede Al-Jazira transmitiu o vídeo em dois noticiários desta quarta-feira. A mensagem aparece dois dias depois que um site islâmico anunciou que Zawahri faria um novo pronunciamento.

Agencia Estado,

20 de dezembro de 2006 | 07h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.