Líder da Al-Qaeda faz primeira aparição após ataques

O número dois da Al-Qaeda, Ayman al-Zawahri, chamou o presidente George w. Bush de "carniceiro" e ameaçou os EUA com novos ataques terroristas em uma fita de vídeo transmitida hoje pela Al-Jazira. Essa é a primeira aparição de Al-Zawahri desde o bombardeio americano à vila de Damadola, no Paquistão. O terrorista seria o principal alvo do ataque."Minha segunda mensagem é para o povo americano, que está se afogando em ilusões. Eu digo a vocês que Bush e sua gangue estão derramando o sangue de seus filhos e gastando o seu dinheiro em aventuras", ele disse."O leão do Islamismo, Sheik Osama bin Laden, que Deus o proteja, ofereceu a vocês uma saída justa para o dilema. Mas os seus líderes, entusiasmados em acumular riquezas, insistem em jogar vocês em batalhas e matanças no Iraque e Afeganistão, e, pela vontade de Deus, na sua própria terra", ele continuou.O vídeo vem à tona poucos dias após a aparição de Bin Laden, que em uma fita de áudio veiculada no dia 19 pela Al-Jazira alertou que a Al-Qaeda prepara novos ataques aos EUA. Na mesma gravação o líder extremista também ofereceu uma trégua a "condições justas" aos americanos. A mensagem foi a primeira aparição de Bin Laden em mais de uma ano.No vídeo desta segunda-feira, Al-Zawahri disse que o ataque dos EUA no Paquistão matou apenas "inocentes". O ataque aéreo acertou um prédio na vila paquistanesa de Damadola, no leste do país, matando quatro líderes da Al-Qaeda. Treze moradores do vilarejo também foram mortos, despertando a furia de muitos paquistaneses."Carniceiro de Washington, você não é apenas um derrotado e um mentiroso, mas também um fracassado. Você é uma praga em sua própria nação", ele disse, referindo-se a Bush. "Bush, você sabe onde estou? Estou no meio da massa dos mulçumanos", provocou o líder extremista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.