Líder da Al-Qaeda no Iêmen é morto em suposto ataque de drone, diz CNN

As autoridades americanas não confirmam envolvimento na morte de Nasser al-Wuhayshi, que era ligado a Osama bin Laden

O Estado de S. paulo

15 de junho de 2015 | 19h47

ÁDEN, IÊMEN - O líder iemenita da Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP) foi morto em um suposto ataque de drones dos Estados Unidos, afirmou a emissora CNN nesta segunda-feira, citando duas autoridades nacionais de segurança no Iêmen.

O líder, Nasser al-Wuhayshi, já foi um colaborador próximo do fundador da Al Qaeda, Osama bin Laden. A CNN disse que o ataque ocorreu na sexta-feira na região de Hadramout.

Os EUA estão averiguando a informação sobre a morte dele, disse uma autoridade americana sob condição de anonimato, rejeitando comentar qualquer possível envolvimento americano.

O Exército dos EUA não estava envolvido em qualquer ataque, disse uma segunda autoridade. Não ficou claro se a Agência Central de Inteligência (CIA) pode ter conduzido um ataque. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenAl-QaedaNasser al-Wuhayshi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.