Líder da Al-Qaeda no Iraque conclama guerra civil

Um homem que alega ser o alto representante da Al-Qaeda em operação no Iraque divulgou uma fita que conclama os iraquianos sunitas a se voltarem contra os xiitas e reivindicando responsabilidade pelos atentados mais chocantes cometidos no país árabe.A gravação de áudio, com 33 minutos, apareceu num website conhecido como área de divulgação de mensagens radicais islâmicas. O falante se apresenta como Musab al-Zarqawi, um jordaniano também conhecido como Ahmed al-Khalayleh e que, segundo se acredita, é homem próximo a Osama bin Laden.A autenticidade da gravação ainda está sob análise. Especialistas dizem que, mesmo que falas assim não tenham origem comprovada na Al-Qaeda, elas servem ao grupo, ao inspirar simpatizantes. A gravação foi divulgada horas antes de al-Zarqawi ser condenado - in absentia - à morte por uma corte jordaniana.A voz na fita reivindica responsabilidade por uma explosão em Bagdá que matou sete pessoas, em 17 de março e pelo assassinato do aiatolá Mohammad Baqr al-Hakim, principal líder xiita do Iraque.A gravação tenta instigar a minoria sunita do Iraque - privilegiada durante o regime de Saddam Hussein - contra a maioria xiita, que era reprimida pelo ditador. O falante diz que os xiitas iraquianos não são muçulmanos verdadeiros e que são ?os olhos e ouvidos dos americanos?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.