Líder da Coréia do Norte está recuperado, diz jornal sul-coreano

As agências de inteligência dos Estados Unidos e da Coréia do Sul acreditam que as reportagens da mídia estatal norte-coreana sobre as aparições públicas de Kim Jong-il, publicadas na semana passada, provavelmente são verdadeiras, indicando que o líder norte-coreano se recuperou de um derrame, informou um jornal da Coréia do Sul nesta segunda-feira. Autoridades norte-americanas e sul-coreanas disseram anteriormente que Kim, de 66 anos, tinha sofrido um derrame em agosto, o que despertou dúvidas sobre quem estaria no controle da única dinastia comunista da Ásia e tomando as decisões sobre o programa de armas nuclear do país. O maior jornal da Coréia do Sul, o Chosun Ilbo, citou uma importante fonte de inteligência dizendo que um reconhecimento aéreo mostrou que o treinamento pessoal de Kim aconteceu em locais onde, segundo a mídia estatal, ele teria aparecido. Outras fontes de inteligência disseram à mídia local que o treino não ocorria há meses. "Baseando-se nisso e considerando outras informações, acredito que a possibilidade seja alta que Kim Jong-il realmente tenha visitado estes locais", disse a fonte. Outra fonte de inteligência disse ao jornal que Kim provavelmente recebeu alta do hospital em outubro. Na semana passada, a imprensa norte-coreana publicou todos os dias reportagens sobre visitas de Kim a locais como unidades do Exército e uma fábrica de cerâmica. As reportagens não traziam datas, o que é típico nas matérias sobre o homem chamado de "Querido Líder".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.