Líder da frente mais ativa das Farc é detido na Colômbia

O suposto guerrilheiro Arnulfo Vanegas, considerado líder da frente mais ativa das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), foi detido nesta quinta-feira no departamento do Caquetá, no sudoeste do país, informaram fontes militares.Vanegas, conhecido como Chita, um dos chefes da Coluna Móvel Teófilo Forero, foi detido perto de San Vicente del Caguán, 350 quilômetros a sudoeste de Bogotá, disse o Exército.A coluna é acusada de diversas ações criminosas, como o seqüestro de um avião comercial em 2002. Na ocasião, um dos passageiros, o congressista Jorge Eduardo Gechem, foi seqüestrado e ainda está em cativeiro.Este atentando causou a ruptura das negociações de paz entre o governo do estão presidente Andrés Pastrana (1998-2002) com as Farc. A mesma célula rebelde foi responsabilizada pelo atentando com explosivos perpetrado contra a casa noturna El Nogal, em Bogotá, em fevereiro de 2003. No ataque, 37 pessoas morreram em cerca de 160 ficaram feridas.Segundo fontes militares, Chita aparentemente planejou e executou uma ofensiva de assassinatos de policiais no sudoeste colombiano.Outro líder das Farc, conhecido como Juan Carlos, foi morto em combate na terça-feira, em Santander, no nordeste do país. O Exército também confiscou armas, munições e explosivos na cidade de El Playón, cerca de oito quilômetros do município de San Vicente del Caguán.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.