Líder da Jihad Islâmica nega cessar-fogo

Um líder político da Jihad Islâmica negou neste domingo que o braço armado do grupo tenha a intenção de suspender durante uma semana os ataques com foguetes da Faixa de Gaza contra Israel, como tinha anunciado um porta-voz da organização um pouco antes. Jater Habib, dirigente da Jihad Islâmica na Faixa de Gaza, afirmou que as declarações de um porta-voz do grupo identificado como Abu Ahmed sobre um cessar-fogo de uma semana são incorretas. Fontes palestinas afirmaram em Gaza que as declarações contraditórias poderiam ser resultado de uma diferença de opinião entre a direção da Jihad Islâmico no exterior e a que se encontra nos territórios palestinos.

Agencia Estado,

09 Abril 2006 | 10h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.