Líder da oposição a Fidel morre em Havana

O ex-comandante guerrilheiro Eloy Gutiérrez Menoyo morreu ontem em Havana, aos 77 anos. Nascido na Espanha, Menoyo lutou ao lado de Fidel Castro na Revolução Cubana, mas logo se tornou um dos expoentes da oposição ao regime e passou 22 anos preso por organizar ações de combate armado. Libertado em 1986, Menoyo passou por um período de exílio em Madri e retornou a Cuba como um defensor do diálogo, tendo até sido recebido por Fidel em 1995.

O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2012 | 03h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.