, O Estado de S.Paulo

16 de novembro de 2010 | 00h00

O veterano líder de oposição Alpha Conde, de 72 anos, foi eleito presidente da Guiné após obter 53,5% dos votos no segundo turno das eleições, no dia 7, segundo os resultados preliminares divulgados ontem pela comissão eleitoral. A eleição tem o objetivo de completar o retorno de um governo civil no país. No entanto, o principal rival de Conde, o ex-primeiro-ministro Cellou Dalein Diallo disse que houve fraude nas eleições e seus seguidores entraram em choque com a polícia na capital, Conacri. Várias pessoas ficaram feridas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.