Líder da oposição na Ucrânia exige queda do Gabinete

O líder da oposição ucraniana, Viktor Yushchenko, exigiu que o presidente em final de mandato, Leonid Kuchma, demita o Gabinete de governo - já derrubado pelo Parlamento, mas ainda no exercício de suas atividades até que Kuchma forme uma nova administração - e que ocorra uma mudança rápida na Comissão Eleitoral Central que validou o segundo turno da eleição presidencial, anulado hoje pela Suprema Corte do país.Discursando para seguidores que comemoravam a decisão da Justiça na Praça Independência, em Kiev, Yushchenko referiu-se ao veredicto como um ponto decisivo na história da nação. "Hoje a Ucrânia se voltou para a justiça, a democracia e a liberdade", afirmou. "Isso aconteceu graças a vocês". A multidão gritava: "Yushchenko! Yushchenko!"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.