Líder da oposição nega urnas e diz ser vitorioso na Ucrânia

O líder da oposição na Ucrânia, Viktor Yushchenko, declarou sua vitória nesta terça-feira nas eleições presidenciais e pediu o reconhecimento internacional. Cerca de 200 mil protestaram na capital do país contra supostas fraudes que teriam sido responsáveis pela vitória do atual primeiro-ministro Viktor Yanukovych nas urnas. Yushchenko acusou autoridades de fraudar a votação de domingo e anunciou uma campanha de desobediência civil para que seja reconhecido o "resultado verdadeiro da eleição".No Parlamento será votado se a comissão eleitoral não pode ser considerada confiável e se o resultado da eleição deve ser anulado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.