Líder da oposição no Zimbábue é preso 2 vezes no mesmo dia

Tsvangirai foi detido mais cedo e liberado após duas horas; oposicionista é preso quatro vezes em duas semanas

Reuters e AP,

12 de junho de 2008 | 12h24

A polícia do Zimbábue prendeu o líder oposicionista Morgan Tsvangirai pela segunda vez nesta quinta-feira, 12, enquanto ele fazia campanha para o segundo turno da eleição presidencial do dia 27, informou seu partido, o Movimento Democrático para a Mudança (MDC). "O presidente do MDC foi preso novamente enquanto dirigia em Gweru, próxima parada de sua campanha para a eleição presidencial. Tsvangirai e seus partidários estão presos em uma delegacia de polícia em Gweru", diz o MDC em nota.  Veja também:Mulher de opositor é queimada viva no ZimbábueRival de Mugabe é preso pela 3ª vez em duas semanas Mais cedo, o oposicionista foi detido enquanto seguia para um comício em Kwekwe. Ele foi libertado duas horas depois e seguiu para a campanha com outros 20 membros do partido.  Tsvangirai, vencedor do primeiro turno das eleições presidenciais, foi preso duas vezes na semana passada enquanto fazia campanha. O oposicionista, que denunciou ser objetivo de uma conjuntura militar para assassiná-lo, voltou ao país no dia 24 de maio.  A oposição, diplomatas estrangeiros no país e agências humanitárias internacionais acusam o presidente Robert Mugabe de usar a violência contra os partidários de Tsvangirai para garantir sua vitória no segundo turno. Segundo a agência France Presse, Tsvangirai foi libertado no início da noite desta quinta-feira (horário de Brasília). Matéria atualizada às 19h30 

Mais conteúdo sobre:
ZimbábueRobert Mugabe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.