Líder da oposição síria representará país em Doha

O líder demissionário da oposição síria, Ahmed Moaz al-Khatib, disse que vai discursar durante uma cúpula árabe realizada em Dohra "em nome do povo sírio". A afirmação foi feita no Facebook. O enviado da oposição ao Catar, Nizar al-Haraki, disse que Khatib vai liderar a delegação da oposição que vai ocupar a cadeira da Síria, país que foi suspenso da Liga Árabe, na reunião de terça-feira.

Agência Estado

25 de março de 2013 | 09h56

"Após orar e consultar muitas figuras honradas, dentre elas Nizar al-Haraki, eu decidi fazer um discurso em nome do povo sírio na cúpula de Doha", disse Khatib em sua página na rede social. "Isso não está ligado à renúncia, que discutirei mais tarde."

Haraki declarou que Khatib "vai liderar a delegação síria de oito membros na cúpula e vai ocupar a cadeira da Síria. "A delegação também vai incluir o primeiro-ministro interino sírio Ghassan Hitto, eleito na semana passada.

Khatib renunciou ao cargo no domingo, cinco dias depois da controversa eleição de Hitto em Istambul, que prometeu formar um governo interino para as partes do território sírio que caíram nas mãos dos insurgentes. Ele disse ter tomado a decisão por causa das restrições a seu trabalho dentro do grupo e da frustração com o nível de ajuda internacional para a oposição.

A coalizão recusou a renúncia de Khatib, um respeitado pregador muçulmano antes de ser escolhido no ano passado para liderar a coalizão, e pediu a ele que permanecesse no cargo.

Um integrante da oposição disse que Khatib acusou "alguns países, principalmente o Catar, de querer controlar a oposição" e de ter imposto Hitto.

Mas Haraki disse nesta segunda-feira que "a renúncia não foi aceita e ele ainda é o chefe da coalizão", acrescentando que "o que existe entre ele (Khatib) e Hitto é uma diferença de opiniões, não uma disputa". As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
SíriaoposiçãopaísDoha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.