Líder da resistência iraquiana reivindica atentado em Bagdá

Um site na internet publicou um comunicado atribuindo ao grupo do terrorista jordaniano Abu Mussab al-Zarqawi o atentado com um carro bomba que matou pelo menos 47 pessoas e deixou 114 feridos hoje em Bagdá. Al-Zarqawi é visto como o homem de Osama bin Laden no Iraque."Com a vontade de Deus, um dos leões da Brigada dos Mártires atacou um centro de recrutamento da polícia dos infiéis", diz o informe publicado no endereço http://www.Ansarnet.Ws/vb e cuja autenticidade não pôde ser verificada.Com o título "O braço militar da Monoteísmo e Guerra Santa reivindica a operação contra o centro de recrutamento em Karj, Haifa", o texto informa que o atentado foi executado por um homem-bomba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.