Líder da revolta xiita no Iraque declara-se invencível

O líder rebelde xiita iraquiano Muqtada al-Sadr declarou que os militares americanos jamais conseguirão bater sua milícia, as Brigadas Mahdi, num discurso lido por um assessor para cerca de 2.000 fiéis durante sua primeira oração pública desde o final do impasse violento na cidade de Najaf, que durou três semanas e opôs as Brigadas às forças dos EUA e do governo provisório iraquiano.Assessores de Al-Sadr haviam dito que ele faria o sermão pessoalmente, de um púlpito improvisado numa rua em frente à mesquita de Kufa, que foi fechada semana passada como parte do acordo de paz que exigiu a retirada das Brigadas de edifícios sagrados. Mas o Loder xiita mudou de idéia, para evitar alimentar as tensões.Tropas iraquianas fecharam ruas e fizeram disparos de advertência, numa tentativa de manter a multidão sob controle. "Muitos, mas não todos, pensam que o exército americano é invencível, mas agora parece que apenas a verdade é invencível", disse o xeque Jaber al-Khafaji, lendo a declaração de al-Sadr. "América diz que controla o mundo por meio da globalização, mas não pôde fazer o mesmo com o Exército Mahdi".Veja o especial sobre Muqtada al-Sadr e a revolta xiita em Najaf

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.