Líder das Farc escapa de atentado

Segundo Exército, seguranças de ?Mono Jojoy? tentaram matá-lo

AP, O Estadao de S.Paulo

12 de maio de 2008 | 00h00

O governo colombiano informou ontem que o chefe militar das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e integrante do secretariado da guerrilha, Jorge Briceño Suárez, conhecido como Mono Jojoy, escapou de uma tentativa de assassinato de seus próprios seguranças. Segundo o comandante das Forças Armadas, o general Freddy Padilla, três guerrilheiros responsáveis pela segurança de Briceño Suárez foram executados e outros três escaparam do acampamento das Farc após o ataque frustrado. "Há um mês e 11 dias, seis homens da guarda pessoal de Mono Jojoy decidiram matá-lo para receber a recompensa", afirmou Padilla em referência aos US$ 5 milhões oferecidos por Bogotá para quem entregar o líder guerrilheiro. O general disse que um dos rebeldes que conseguiu escapar manifestou interesse no programa de desmobilização do governo.Em março, Iván Ríos, outro membro da cúpula das Farc, foi morto por seu chefe de segurança, Pedro Pablo Montoya, que recebeu uma recompensa de US$ 2,7 milhões pelo assassinato. Na ocasião, Montoya afirmou que Mono Jojoy também morreria traído por subalternos. "Sei o que estou dizendo, estou por dentro dessa rede", afirmou em entrevista ao jornal colombiano El Tiempo. Padilla disse que os recentes acontecimentos deixam claro que há um racha nas Farc.Uma reportagem publicada ontem pelo jornal espanhol El País afirmou que a guerrilha tem uma rede de apoio em 17 países, entre eles Venezuela, Nicarágua e Equador. Para o jornal, a Coordenadoria Continental Bolivariana (CCB) seria a responsável pelos contatos dos guerrilheiros fora do país. Uma outra reportagem feita pelo Grupo Diários da América, publicada ontem em vários jornais do continente, afirmou que as Farc têm vínculos com pelo menos 400 grupos fora da Colômbia, inclusive no Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.