Líder de grupo rebelde é morto nas Filipinas

O exército filipino matou o líder do grupo de rebeldes muçulmanos Abu Sayyaf, informou hoje a presidente das Filipinas, Gloria Arroyo. O chefe dos terroristas, Khadaffy Janjalani, foi morto em combates na ilha de Basilán, local onde o exército tenta libertar 20 reféns que estão em poder dos guerrilheiros. O porta voz do grupo, Abu Sabaya, também morreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.