Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Líder de oposição taiwanesa pede a presidente que renuncie

Atingido por uma série de escândalos, o presidente de Taiwan, Chen Shui-bian, deveria renunciar antes que seja submetido a um recall eleitoral, sugeriu nesta sexta-feira, 09, o principal líder de oposição ao governo do arquipélago.Citando recentes pesquisas de opinião, o presidente do Partido Nacionalista, Ma Ying-jeou, disse que pelo menos 50% dos eleitores taiwaneses querem que Chen deixe o cargo depois de uma série de denúncias de corrupção contra membros de sua família. "Ele precisa entender a situação e tomar a iniciativa da renúncia. Caso contrário, a pressão por um recall eleitoral contra ele aumentará muito", opinou Ma.Os partidos de oposição pretendem levar a proposta de recall eleitoral ao Parlamento na próxima semana. No sábado, os nacionalistas e seus aliados pretendem promover grandes manifestações em Taipé e Kaohsiung, as duas maiores cidades do arquipélago, para exigir a renúncia de Chen. Em Tainan, reduto político de Chen no sul do país, líderes regionais pretendem promover uma manifestação em favor do presidente.O recall eleitoral, um referendo que pode resultar na interrupção antes do previsto do mandato de Chen, só poderá ser realizado se pelo menos dois terços dos parlamentares do país aprovarem a proposta. O Parlamento taiwanês tem 225 cadeiras. A oposição a Chen precisa de 35 votos além dos de sua bancada para conseguir o apoio necessário.Seria preciso cortejar e obter o apoio de dez deputados independentes e de 25 parlamentares do partido governista para que a oposição consiga aprovar o recall. Analistas consideram tal resultado improvável.As denúncias de corrupção não envolvem Chen em pessoa, mas alguns de seus familiares são acusados de tráfico de influência para obter ganhos pessoais. Chao Chien-min, genro de Chen, foi detido no mês passado sob suspeita dessa prática. Ele nega a acusação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.