Líder de partido ortodoxo é hospitalizado em Jerusalém

O líder espiritual do partido político ortodoxo Shas foi hospitalizado em Jerusalém neste sábado, o que pode fazer com que Israel perca uma de suas mais influentes vozes. Rabbi Ovadia Yosef, de 92 anos, está consciente e em condição estável, segundo uma fonte, e os médicos decidiram que ele deve permanecer em observação por alguns dias.

AE-AP, Agência Estado

12 de janeiro de 2013 | 13h06

O partido Shas representa os judeus israelenses descendentes do Oriente Médio. Seus seguidores consideram as decisões de Yosef como leis religiosas, uma disciplina que não é vista em outros partidos de Israel.

Mas a influência de Yosef ultrapassa os limites do partido, que detém 10 das 120 cadeiras do Parlamento israelense. O líder tem influenciado debates políticos para definir se os judeus ortodoxos devem ser recrutados para o exército de Israel. Yosef é conhecido por seus controversos comentários, que já ofenderam segmentos da sociedade como sobreviventes do Holocausto, gays e palestinos. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.